ÚLTIMAS NOTÍCIAS

domingo, maio 20, 2018

Pai que matou o filho a machadadas é detido e amarrado pela população




Renivaldo Cardoso de Santana, 55 anos, principal acusado de ter assassinado seu próprio filho em uma comunidade denominada “Serraria” no 4º assentamento no município de Castanheira, tentou retornar a sua residência na data de hoje para apanhar alguns documentos e roupas a fim de empreender fuga da cidade e acabou sendo detido por populares e vizinhos do mesmo. Renivaldo teve pés e mãos amarradas até a chegada da Polícia Militar que já se deslocou para a comunidade.

Ao deter Renivaldo, os vizinhos entraram em contato com a Polícia Militar que já se deslocou para fazer a prisão do mesmo.

O suspeito será encaminhado para a delegacia municipal de Castanheira e depois ao CISC da cidade de Juína onde ficará a disposição das autoridades.

Os moradores que detiveram Renivaldo se dizem revoltados com sua ação e que confiam que a justiça irá fazer seu trabalho.

O crime aconteceu na noite desta quinta-feira, dia 17, na residência do acusado. Ele de posse de um machado matou seu próprio filho Dione Melo de Santana de 21 anos, que havia recém chegado de Sinop, onde atualmente estava morando. Há informações de que pai e filho não tinham um bom relacionamento.

O delegado de polícia Marco Remuzzi, que também responde por Castanheira confirmou ao Juína News que Renivaldo Cardoso de Santana, de 55 anos, foi detido por populares no assentamento denominado "Serraria", neste sábado. A Polícia Militar foi acionada e prendeu o acusado. Ontem, o delegado havia representado pelo pedido de prisão preventiva do acusado que estava foragido, pedido este que foi deferido neste sábado pelo juiz plantonista.

Renivaldo está nesse momento sob custódia da Polícia Militar que registra a ocorrência. Logo após, será apresentado ao delegado Marco Remuzzi para a continuação da ocorrência. Ainda hoje serão ouvidas testemunhas que residem no assentamento, além do acusado de ter assassinado o filho de 21 anos.

Com a prisão decretada, Ronivaldo será trazido a Juína e passará por exame de corpo de delito e depois levado ao CDP, onde cumprirá a pena pelo crime de homicídio.

O delegado Marco enalteceu a agilidade do judiciário em deferir o pedido de prisão que foi representado por ele logo após tomar conhecimento de como aconteceu este crime brutal na zona rural de Castanheira.



Fonte: juina news

Nenhum comentário:

Postar um comentário