ÚLTIMAS NOTÍCIAS

sábado, maio 26, 2018

Mulher passa por cirurgia para remover um 1 kg de maconha da vagina



Uma mula de drogas tentou dizer aos médicos que estava grávida e que seu bebê não havia se mudado quando ela foi detida no México. A mulher, chamada apenas Gloria C, de 37 anos, queixou-se de dores no estômago no Hospital Ruben Lenero, na cidade do México.

Na verdade, havia 1 kg de de maconha na vagina. Ela disse que estava grávida, mas os médicos não conseguiram encontrar um batimento cardíaco, então ela foi transferida para um hospital especializado para mulheres. Lá ela foi operada e, em vez de um bebê, encontraram maconha em sua vagina e abdômen. As drogas foram embrulhadas em fita adesiva que havia quebrado e ainda tinha aglomerados de terra, de acordo com relatos.



Imagens mostram os enormes aglomerados de cannabis em um balde no hospital. A médica responsável pela operação, Lourdes Yanez, tirou toda a cannabis do corpo de Gloria e entregou-a ao Ministério Público, segundo relatos.

A mulher foi detida e levada a um tribunal para responder a "crimes contra a saúde", mas, de certa forma, a juíza argumentou que a sua detenção não era legal e, portanto, foi-lhe permitido caminhar livremente. Autoridades do Ministério Público Estadual disseram aos repórteres que continuarão investigando o caso e esperam chamar a mulher de volta aos tribunais em breve. 

Gloria teria sido declarado culpado do mesmo crime em 2010 e 2015. Ela disse às autoridades que morava em Ixtapaluca, uma cidade no estado do México, mas se recusou a dizer de onde vinham as drogas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário