ÚLTIMAS NOTÍCIAS

terça-feira, maio 22, 2018

'Fiz porque eu quis', diz suspeito de matar grávida de 8 meses



m homem de 24 anos foi preso suspeito de matar a tiros Leidiane de Souza Ferreira, grávida de 8 meses, dentro do prédio da Santa Casa de Misericórdia, no Centro de Manaus, em junho de 2017. A prisão aconteceu na quarta-feira (16) e foi divulgada à imprensa nesta terça-feira (22). “Fiz porque eu quis”, disse o suspeito na delegacia.

Segundo a Polícia Civil, Clilson Silva de Almeida ainda é suspeito de assassinar um homem a facadas, em 13 de março de 2018.

“Ele informou que um homem de uma facção rival a dele estaria tendo um relacionamento com a namorada, ou ex-namorada. Ainda não ficou claro. Por isto, ele, com ciúmes, foi até uma casa no bairro Jorge Teixeira, viu os dois e teria o matado. Outras informações dão conta que ele queria saber sobre a organização criminosa rival, não obtidas com a vítima, e cometeu o crime. Ele teria saído do grupo que pertencia e ido para o rival", disse o delegado Jeff Mac Donald, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Apresentado em uma coletiva de imprensa, Almeida confessou a autoria dos crimes.

"Ele [homem morto a facadas] mexeu com a minha mulher. Ela me disse isso e eu já fui por impulso, como qualquer cara que mexam com a mulher. A [morte] da Leidiane, ninguém mandou. Eu fiz porque eu quis mesmo", afirmou o suspeito.
Dois mandados de prisão preventiva foram expedidos em nome dele e cumpridos por policiais militares da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) avistaram o homem na Avenida Torquato Tapajós e o detiveram.

Segundo o 1º tenente Orlando Santos, da 12ª Cicom, ele dava nomes falsos, mas foi identificado e preso em cumprimento dos dois mandados.

Almeida foi encaminhado para a DEHS e indiciado por homicídio qualificado.

Após os procedimentos cabíveis na delegacia, ele deve ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário