ÚLTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, janeiro 25, 2018

Pastor casado morre em motel durante relações sexuais com amante de 19 anos



Um homem morreu dentro de um quarto de Motel no momento que estava tendo relações sexuais com a amante de apenas 19 anos. Conforme relatos da imprensa local, o homem, que não teve o nome revelado, é um famoso pastor pentecostal e, mais surpreendente de tudo, estava traindo a esposa em um motel.

O porta-voz da Polícia, confirmou a veracidade dos fatos nessa quarta-feira. Ele disse para os meios de comunicações locais que o pastor morreu na noite de domingo, acrescentando que, durante os momentos íntimos, o homem começou a passar mal.


A jovem logo acionou a recepção do motel informando que o homem estava passando mal. Logo a direção do motel acionou o socorro, mas assim que os paramédicos chegaram ao local informado, não puderam fazer mais nada, o pastor já estava morto. Segundo informações da polícia, a esposa da vítima foi chamada para comparecer ao motel para reconhecer o corpo do marido. Em seguida, a polícia foi acionada. O local foi isolado para o trabalho da perícia. Após o trabalho dos peritos, o cadáver da vítima foi recolhido e levado para o órgão específico para o caso.

‘’O incidente aconteceu no último domingo à noite. Fomos informados que o pastor levou a garota, que dizia ter 19 anos de idade, para o quarto do hotel. Enquanto eles estavam no quarto, depois de alguns minutos, a menina acionou trabalhadores do motel, que corressem até o quarto, onde encontraram o pastor morto. A esposa do pastor foi convocada para comparecer ao local do incidente, onde reconheceu o marido morto. Posteriormente, relatou o assunto à Divisão de Polícia", disse o porta-voz da polícia.


A polícia local informou que um inquérito policial foi aberto para investigar o caso. A polícia está aguardando o resultado da autópsia para saber as causas da morte do pastor. A polícia não informou se a mulher que estava com a vítima foi presa, e nem informou se ela será convocada para prestar depoimento sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário